Geral
21
Outubro 2017
A Noite da Dona Luciana. Teatro do Eléctrico
A Noite da Dona Luciana. Teatro do Eléctrico
Sábado, 21 de Outubro de 2017 | 21h30
Local: Teatro Virgínia
Público alvo: M 16 anos
Duração: 1h15min.

A Noite da Dona Luciana (1985) é uma comédia irreverente e florida, ao estilo de Copi. A peça dilui as fronteiras entre a imaginação e os estereótipos vinculados pelo inconsciente coletivo, ao estabelecer uma ácida caricatura humorística que vai desde a realidade quotidiana aos confins do absurdo e da extravagância. As situações criadas tanto se inscrevem no cliché e na situação comum, como se dissolvem num universo fantasioso. Num teatro acontece um ensaio tardio, onde estão presentes o encenador, a atriz e o técnico. O ensaio é interrompido por uma velha stripper transsexual, que se envolve num confronto com a Companhia, lançando o espectador numa espiral entre a verdade e o delírio, a paixão e o humor negro.

O espetáculo teve duas nomeações para os Prémios da Sociedade Portuguesa de Autores: Melhor Espetáculo do Ano e Melhor Atriz do Ano (Rita Cruz)

 

Tradução Isabel Alves
Encenação Ricardo Neves-Neves
Assistência de encenação Catarina Rôlo Salgueiro
Elenco Custódia Gallego, José Leite, Márcia Cardoso, Rafael Gomes, Rita Cruz e Vítor Oliveira
Figurinos José António Tenente
Luz Elduplo
Fotografias Alípio Padilha
Designer Pedro Heitor
Vídeo Promocional Eduardo Breda
Comunicação Mafalda Simões



Bio
COPI (1939-1987) Escritor, romancista, cartoonista e dramaturgo argentino, radicado em Paris onde trabalhou com o Grupo Pânico, levando a cena autores como Jodorowsky e Arrabal. Foi cartoonista em jornais e revistas como Le Nouvel, Observateur ou La Hipotenusa. Ativista do movimento de libertação LGBT, transporta para a sua obra um olhar inquieto, desconcertante, comovente e simultaneamente carnavalesco e festivo sobre as relações humanas.







Bilhetes 7.50€ (descontos aplicáveis)
stqqssd
 
 
 
 
 
 
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31
 
 
 
 
 
Desenvolvido por