Geral
09
Dezembro 2017
Moura. Ana Moura
Moura. Ana Moura
Sábado, 09 de Dezembro de 2017 | 21h30
Local: Teatro Virgínia
Público alvo: M 6 anos
Duração: 1h15 min.

Depois de "Desfado" se ter tornado o álbum mais vendido de um artista português nos últimos dez anos, Ana Moura regressa com "Moura", disco que dá continuidade à sua parceria com o reputado produtor norte-americano Larry Klein, cujo extraordinário currículo inclui gravações com Joni Mitchell, Herbie Hancok, Madeleine Peyroux ou Melody Gardot.
 
Continuando a trilhar um caminho que personaliza o seu fado como uma música aberta ao mundo e sintonizada com a contemporaneidade, Ana Moura é cada vez mais uma cantora incomparável e com esse talento raro de levar uma música com uma enorme tradição à convivência próxima de um público vasto, de todas as idades e de ouvidos despertos para canções que celebram a vida com uma sonoridade que só poderia existir hoje.
 
"Moura", tripla platina desde a sua edição em novembro de 2015, volta a juntar a voz da fadista a alguns dos mais notáveis de uma nova geração de compositores nacionais.

Artista Ana Moura
Guitarra portuguesa Ângelo Freire
Guitarra acústica Pedro Soares
Baixo André Moreira
Teclado João Gomes
Bateria e percussão Mário Costa
Técnico de som João Bessa ou Sérgio Milhano
Técnico de luz Frederico Rompante ou Sérgio Pires
Road manager Paulo Marques
Roadie Rogério Xavier
Roadie Pedro Coelho (Pyry)


Bio
Ana Moura apenas uma catraia – nasceu numa localidade ribatejana, Santarém, em 1979 – com gosto pelas cantorias. Os pais e toda a família materna cantavam e qualquer motivo de reunião familiar terminava com um festejo sob a forma de música. Embora cantasse de tudo, Ana começava já a sentir que, por alguma razão, tinha um carinho especial pelo fado. Aos seis anos cantava já o seu primeiro fado, “Cavalo Ruço”.
15€ ( descontos aplicáveis)
stqqssd
 
 
 
 
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Desenvolvido por